Coronavírus: Pânico vai deixar muita gente na miséria

0
241
Coronavírus
osmar terra Coronavírus:

Coronavírus: “As pessoas têm medo de sair na rua, de comprar, estão sendo aconselhadas a ficar em casa e eu quero dizer que isso não vai interferir na evolução da epidemia. Suspender aula não muda a evolução da epidemia”, declarou Osmar Terra.

Osmar Terra, deputado federal, médico e ex-ministro do Desenvolvimento Social, afirmou que pânico e exagero em medidas não reduzirá a propagação da epidemia do vírus chinês.

Terra disse estar preocupado com o pânico que está sendo disseminado na população. Para ele, medidas simples de cuidados individuais e desinfeção do local de trabalho e estudo, com isolamento em caso de doença são suficientes.

De acordo com o parlamentar, os alardes transmitidos dia e noite através dos meios de comunicação está impactando diretamente na economia.

“Tenho trabalhos publicados em todas as pandemias que ocorreram, principalmente nas últimas e sobre suspensão de aulas, não adianta nada. Isso é mais para o gestor dizer que está fazendo alguma coisa, do que para ajudar a população”, acrescentou Terra.

Ainda conforme o médico, o coronavírus vai matar menos pessoas do que o H1N1. “O H1N1 só no ano passado matou 750 pessoas aqui no Brasil. Duas por dia e ninguém falou nada. Não saiu uma notícia no jornal. Não se fez transmissão 24h para assustar a população”, relembrou, afirmando que o coronavírus é uma epidemia viral que segue o mesmo padrão que as demais.

Osmar Terra também disse não ser verdade que a Itália está dominada pelo coronavírus. “O risco da Itália é apenas em uma região, a Lombardia, onde se somou a epidemia de H1N1 com a epidemia de coronavírus e onde tem uma população idosa maior que a do Japão”.

O parlamentar fez ainda um alerta importante sobre os impactos na economia brasileira:

“A economia vai quebrar. A recessão vai ser muito pior que essa epidemia. Vai causar muito mais dano à população que essa epidemia. Em 12 semanas terminou tudo, mas a recessão vai durar de 5 a 6 anos ainda e muita gente vai empobrecer, ficar na miséria, por conta do alarde e do pânico que está se instalando na população”, frisou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui