FOTOGRAFIA BRASILEIRA PERDE O GRANDE GERVÁSIO BATISTA

0
3774

por Orlando Brito

Tenho o doloroso dever de comunicar a perda de um dos profissionais de imagem mais admiráveis e notáveis do fotojornalismo brasileiro: Gervásio Batista. Após de anos a derrotar vários achaques da idade, chegou a hora da partida do querido amigo, aos 97 anos.

Baiano, Gervásio começou na profissão em Salvador ainda rapazola. A convite do lendário Assis Chateaubriand, de O Cruzeiro, mudou-se para o Rio. Depois, transferiu-se para a revista Manchete, Adolpho Bloch. Tornou-se também uma lenda da fotografia, numa bela carreira no jornalismo que construiu clic a clic, com fotos que marcaram a história do Brasil. Depois, trabalho com os presidentes Tancredo Neves e José Sarney.

Gervásio Batista brilhou em todas as coberturas que fez, fotografando fatos e personagens. Viagens à Amazônia, ao país e mundo inteiro, de concurso de misses a conflitos sociais e políticos. Por exemplo, a importante foto que fez do Presidente Juscelino Kubitschek com o chapéu de feltro em frente ao Congresso, na epopeica era da inauguração de Brasília. E também da sequência da atriz Vanja Orico sendo presa por soldados no Centro do Rio quando pedia passagem para a manifestação contra o regime militar, em 1968.

Nos últimos anos, o querido Gervásio mora no Espaço Sênior, no Bairro de Vicente Pires, em Brasília, caprichosamente cuidado pelos gestores da casa, Jucilene e Luiz, a quem, aliás, devoto aqui os meus agradecimentos. Gervásio Batista era sempre visitado. Com os amigos Hermínio Oliveira, Sérgio Lima, André Dusek, Eugênio Novaes e outros tantos jornalistas íamos com frequência estar com ele.

Meus mais sinceros sentimentos e minhas maiores homenagens. Gervásio parte para outro plano no Universo, mas deixa aqui no nosso planeta um casal de filhos — Selma e Júlio — um sem fim de admiradores, amigos e um trabalho referencial para a fotografia brasileira.

Gervásio Baptista posa para foto durante a guerra do Vietnã

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui