Partidos de esquerda gastaram mais com passagens aéreas

0
530
passagens aéreas

“PT está entre os partidos políticos que mais gastou com passagens aéreas nos últimos anos”

Defensores do “fique em casa”, três partidos de esquerda foram os que mais gastaram com passagens aéreas até o momento, informou nesta quinta-feira, 10, o site Ranking dos Políticos.

Conforme os dados da Câmara dos Deputados obtidos pelo portal, Psol lidera o páreo. A sigla desembolsou R$ 180,3 mil por parlamentar. PCdoB vem na sequência: R$ 143,2 mil.

E PT, em terceiro lugar: R$ 119,9 mil. Atualmente, essas e outras benesses são financiadas com recursos da cota parlamentar, que custeia despesas de deputados e senadores em exercício. Esse fundo é abastecido com dinheiro dos pagadores de impostos.

O Partido dos Trabalhadores (PT) foi a sigla que teve o maior gasto com passagens aéreas nos três últimos anos, comparado com os demais 34 partidos brasileiros.

Em 2017, o PT gastou a fortuna de R$ 11 milhões e, em 2018, foi o absurdo de mais R$ 7 milhões para cruzar as nuvens de Norte a Sul do País.

O levantamento foi divulgado pelo site Poder360 com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Abaixo você pode conferir a infografia que o OCP produziu com os 10 partidos que mais “voaram” e gastaram em 2018 chegando a mais de R$ 20 milhões em passagens aéreas.

passagens aéreas

Curiosamente outro partido de esquerda que também voou à custa do fundo partidário e de outros recursos que saem dos bolsos dos brasileiros foi o PSOL – que um dia já foi do PT – com gasto de R$ 2,5 milhões (2018), mesmo assim, valor três vezes menor que a sigla líder deste tipo de gasto pelo segundo ano consecutivo.

Em terceiro lugar no levantamento de 2018, aparece outro partido de esquerda, o PSDB com R$ 2,4 milhões gastos para cruzar os céus do País.

A maior parcela dos gastos foi destinada à compra de passagens aéreas por meio de agências de turismo e à locação de “jatinhos”, os chamados táxis aéreos, para o deslocamento de dirigentes e funcionários dos partidos.

E aqui fica a pergunta: qual o retorno que estes partidos deram à população que carece de emprego, melhores condições de saúde e educação no País?

E podemos ir mais longe nesta reflexão. Enquanto muita gente se espreme dentro de um ônibus de transporte coletivo ou, então, vai trabalhar de bicicleta para economizar o dinheiro da gasolina para levar os filhos para um pequeno passeio no fim de semana, muitos dirigentes políticos que pregam a humildade e a defesa do trabalhador torram os valores que não deveriam estar em suas mãos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui