Como será o Brasil se a Esquerda voltar ao Poder?

0
840
esquerda voltar ao poder

Se a Esquerda voltar ao Poder, a Praça dos Três Poderes estará cheia, completamente lotada. Quem são estas pessoas que saíram às ruas neste dia de vermelho? O que eles estarão comemorando?

Nessa matéria vou profetizar esse cenário catastrófico:

Seria um domingo, enfim veríamos a posse para o terceiro mandato de Luís Inácio Lula da Silva! Quanta emoção! Enquanto os que vestem vermelho, com a sigla do MST, as bandeiras do PSDB, PSOL, do PCO, do PCB, do PSTU fariam a festa!

Joice no recriado Ministério da Comunicação vai ficar à frente da “regulamentação” da Internet. Seu projeto criando o Comitê de Combate à Desinformação (CCD), que vai perseguir quem falar mal (ou a verdade, tanto faz) de político — deverá ser aprovado por unanimidade no Congresso, para desgosto dos youtubers de direita e de Nelson Rodrigues.

Uma das primeiras medidas do CCD será regulamentar o Whatsapp.
Pobres das tias do zap. Os grupos e listas de transmissão serão extintos. Agora só poderá enviar 5 mensagens por dia, e apenas para parentes. O Telegram e outros aplicativos de mensagens também serão enquadrados na nova norma.

Outra medida importante que a Peppa poderá tomar, será obrigar que todo o conteúdo postado no Youtube seja analisado, previamente, pelo CCD. Como o órgão ainda estará em formação, e terá muito trabalho para fazer, será normal que se leve alguns meses para o conteúdo ser liberado — se for aprovado — mas será para a nossa própria proteção, ela dirá.

Vai funcionar assim, a pessoa faz uma inscrição geral no Youtube, e o algoritmo irá analisar sua vida pregressa na grande rede e direcionar o cidadão para um canal adequado à sua necessidade de reeducação política. DCM, Carta Capital, Revista Fórum, o Gramma, o Pravda, o Diário do Povo, terão preferência.
Felipe Neto será inscrição obrigatória.

Canais reacionários só poderão ter como inscritos os familiares do criador, com isso, alguns canais como o Terça Livre, a Paula Marisa, o Jornal da Cidade Online, não existirão mais, mas, será para o nosso bem.

Por que precisaremos de canais alternativos, se teremos a repaginada e reaparelhada Agência Brasil que nos dirá tudo o que precisaremos saber? E na boa, por que precisaremos saber de alguma coisa? Quem disse que conhecimento é poder? Como dizem nossos irmãos chineses, se temos o que comer e beber, pra que saber?

Fato comemorado pelo MBL e a grande mídia, será a volta de Moro para o Ministério da Justiça. Ele será perdoado pelo PT depois que confessar no Fantástico diante de cem milhões de pessoas, que condenou Lula sem provas, iludido pela turma da “República de Curitiba”.

Com a confissão de Moro, o processo de Lula será anulado. Lula será perdoado, indenizado, canonizado. O sítio e o apartamento serão devolvidos. O Instituto irá bem obrigado. As palestra voltarão de vento em popa.

Nas obras do Ministério da Integração Nacional será nomeado Ciro, o Exército será afastado e colocado no seu devido lugar, e as obras retornarão ao controle da Odebrecht, e suas irmãs.

E uma grande concertação será feita no Congresso Nacional e será decidido que nas eleições presidenciais teremos chapa única. Lula escolherá Dirceu para vice.

Finalmente as injustiças serão desfeitas.

O bolsonarismo será equiparado ao nazismo. Nos livros escolares o governo Bolsonaro será descrito como “o golpe eleitoral de 2018”. Várias teses descreverão como a população foi enganada naqueles tempos sombrios em que o reacionarismo conservador manipulou um país inteiro.

Para que isso não ocorra novamente, nosso governo progressista fará vários acordos com o Partido Comunista Chinês, Cubano, e da Coréia do Norte, para adquirir know how, para proteger a população dela mesma.

Para evitar que se tenha pensamentos fascistas, o novo chip do Elon Musk que iria permitir ouvir música diretamente do nosso cérebro, vai passar por uma Upgrade pela Huawei para transmitir nossos pensamentos para o CCD da Peppa, e assim evitar que o mal conservador volte ao nosso país.

O próximo passo será estudar uma emenda constitucional para que o perdoado PT se torne o único representante da população brasileira no Congresso. Diante da possibilidade de enfim terminarem as discussões políticas que só geram o ódio e a divisão da população.

Vários parlamentares já terão mudado de partido, a bancada do PT alcançará a maioria constitucional de mais de 308 deputados, e crescerá a cada dia, favorecida pelas fartas verbas do “Esgotão”, um pseudo escândalo de corrupção inventado por alguns reacionários da extrema direita, e assim teremos a implantação do sistema chinês de partido único no Brasil.

Finalmente seremos uma República Democrática.

No momento que isto acontecer eu estarei assistindo pela televisão em algum desconhecido lugar no exílio, o momento em que Haddad passará a faixa presidencial ao Lula da Silva e a emoção daquelas pessoas que vestirão vermelho na Praça dos Três Poderes, que mais tarde será rebatizada de Praça da Estrela Vermelha.

Um detalhe, se a Esquerda voltar ao poder, o Congresso, todos os 513 deputados petistas irão aprovar uma emenda constitucional que reintroduzirá a figura do Decreto-Lei.

Ah, e o primeiro decreto-lei de Lula será transformar a bandeira do PT em símbolo nacional, substituindo a verde, amarela, azul e branco…

Se você não acredita nesse cenário, então não sabe o que está acontecendo na Argentina, vou te ajudar com o depoimento de uma médica argentina: 

Quando o Macri ganhou aqui as eleições, foi como um sopro de ar fresco para o país. Voltou a esperança! Mas, quando vimos que ele não era capaz de tirar o país do fundo do poço (onde ele o encontrou), os que votaram nele se dividiram decepcionados. (Essa decepção foi consequência de um trabalho de oposição fortemente patrocinado pela China.)
Então, na eleição seguinte, votaram para voltar ao poder o governo que tinha colocado o país naquela situação de outrora! ou seja de “mierda”. Hoje a população que votou na esquerda, está arrependida amargamente, depois de 61 dias de quarentena obrigatória, e que parece que se prolongará novamente, o país está pior do que nunca esteve.
As empresas foram obrigadas pelo governo, a continuar pagando os salários integrais aos seus funcionários e proibidas de despedir aqueles que julgavam não ser capazes de continuar pagando. Resultado: 60 mil empresas fecharam suas portas no país. O governo “ajudou” algumas empresas, mas, agora, o governo de esquerda decretou que as empresas ajudadas, devem pertencer ao governo. Fala-se em uma palavra bonita: expropriação. A fila nos refeitórios de ajuda às famílias de baixos recursos aumentou, e foram agregadas mais de 2.000 famílias da classe média, que hoje, passaram a depender desse benefício. Enquanto isso, foram retirados todos os processos por corrupção e outros crimes da antiga presidente Cristina, hoje vice. Pior, foram libertados todos aqueles infratores de colarinho branco que o governo Macri conseguiu prender durante seu mandato, aí incluídos: políticos, assassinos, sequestradores, etc.
O coronavírus está bem controlado, o que era de se esperar, já que estamos todos encerrados em casa, apenas para postergar o pico que virá quando terminar a quarentena. Então, brasileiros, espelhem-se na Argentina e avaliem bem o que querem para o Brasil, tanto no campo da Saúde como no da Economia! Espero que tenham melhor sorte que nós… Não se deixem levar pelo canto da sereia. Argentina já era, quebraram quase todas as Empresas, o governo vai ser dono de tudo, conseguiram implantar o Comunismo com apoio da China. A China já instalou uma base militar chinesa, aqui na Argentina, e nem a Polícia Argentina pode entrar. Alegação de ser território chinês e que pagaram pelo terreno vendido.

A ARGENTINA Não existe mais!! Agora é China‼️

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui